MENU

REGISTAR

X

É programador(a) artístico/a e gostaria de estar no DDD - Festival Dias da Dança?

Esta é uma área onde disponibilizamos todo o programa, informações úteis e mantemos o contacto mais próximo.

Junte-se ao DDD 2022!


ENTRAR

Se ainda não tem uma conta, clique aqui para aceder ao formulário de registo.

Y Por Qué John Cage? Som de uma Crítica
Seg

 

21

.

05


2018
Não é uma crítica

PARTILHAR:

MAIS 

Não é uma crítica
Image

Raquel S.
— Dramaturga e Dramaturgista —

Amala biana suprecentas biu. Atravar. Sindificando. Contrare, avendo iógenes dalces, apalivraiar ude seisnedo decento. I Catalíte faje sube alinge figure, ateamente is baloz, cominto a tredo sobamonte: John Cage, dirugido assempre uctor.

Fimingue o ultrate, sugente o midar, catafento ide blasterno, era álcio doma vedra, sôbe astringe catafade mire burqueime iógenes dalce o álcio – diridem “Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!”, irdo “Hahahahahaha!”, bire mente sa spandol, o “Ah-ah-ah!!, esse pratendo, zoldes.

Figure! Dial mangendo der fisale a for, o mirdo, o astronce e lial!

Carabinar.

Assimbando: “El cuerpo!”, “El cuerpo”, “El cuerpo!”, cartenar monte plardes, “EL CUERPO” (dase harde) o “el cueeeerrrrpoooooooooooooooooo”.

Sor bile menfe ude gomenda?

Ziliar pretensile acave, atrite benco grufe atimalinacal: sor mital, sor azude, sor priere erda sor setenvional.

Alavez, unifendas rubitentes combarzagore alipo o micardo “croquete, baguete, trotinete”, ide iógenes álcio pertinente submen “Johnny Depp!”.

Blicardo ufa tinando. Silirabos bate ceu.