Sáb
12
maio
2018
15:00
mala voadora — Porto
5,00EUR

Voltar

JORGE DUTOR & GUILLEM MONT DE PALOL
Y POR QUÉ JOHN CAGE?

Estreia Nacional

mala voadora — Porto
Image

DR

BREAK A LEG, SHAKE A LEG, BAKE A LEG, BAKE AN EGG, TAKE A LEG, PEG A LAKE, LEAP IN A LAKE, LEAP IN BED, LEAP AHEAD, HEAD FOR A BREAK, MAKE A MATE, TAKE A BITE, BITE A MATE, BITE MY FACE, MAKE A BREAK, TAKE A BREAK, TAKE A NAP!

“Y por qué John Cage?” [E porquê John Cage?] é um estudo dramático sobre o som e o significado de um determinado discurso. O poder do som das palavras; o som enquanto estrutura, enquanto dinâmica em movimento. Discurso sensorial em vez de significativo. Não queremos fazer sen- tido; pelo contrário, queremos ser desprovidos de sentido, de modo a penetrar no domínio dos sentidos, das relações, das perceções e materializações. O discurso em si pode ser qualquer coisa. Não é o que dizemos que é importante, mas a forma como o dizemos, que ferramentas musicais e coreográficas usamos para derrubar o texto e mergulhar na apresentação, insinuando e surfando as ondas da imaginação. — Jorge Dutor & Guillem Mont de Palol

Jorge Dutor estudou cenografia na Real Escola Superior de Teatro (RESAD), em Madrid, e tem desenhado cenografia, figurinos e luz em peças de teatro, filmes, séries televisivas e desfiles de moda desde 1999, a que se juntam atuações como DJ e a organização de festas e pequenos festivais de música. Em 2008, mudou-se para Amesterdão, onde começou a colaborar com vários criadores no campo da dança e performance contemporâneas. Dutor está radicado em Barcelona e, desde 2009, colabora com Guillem Mont de Palol.


Guillem Mont de Palol licenciou-se na Escola para o Desenvolvimento de Nova Dança (SNDO), em Amesterdão, em 2006. Desde então, tem trabalhado ativamente na cena de dança e performance internacional. Colabora com Jorge Dutor desde 2009, tendo criado “UUUHHH, yo fui un hombre lobo adolescente inventando horrores” (2009) e “Y por qué John Cage?” (2011). Em outubro de 2013, estrearam o seu último projeto, “#Losmicrófonos”, no festival TNT (Terrassa). Guillem também trabalhou com outros coreógrafos, tais como Xavier Le Roy, Mette Ingvartsen e Vincent Dunoyer. Desde 2013, leciona pesquisa de movimento na SNDO na condição de professor convidado.

Conceção e interpretação Jorge Dutor & Guillem Mont de Palol • Produção Antic Teatre⁄Adriantic, Barcelona • Apoio La Porta Barcelona, A ras de suelo, Las Palmas de Gran Canaria • Duração aprox. 55 mins

newsletter

Porto

MatosinhoS

Gaia